terça-feira, 5 de abril de 2011

Enquanto a maioria das mulheres

Sonham com amores perfeitos, homens que abrem a porta do carro, mandam flores e pagam a conta, eu vivo a realidade das baladas intermináveis, das cervejas geladas e da minha independência. Eu prefiro dançar uma noite inteira, do que discutir uma relação por horas, eu prefiro sentar em um barzinho, falando abobrinhas com meus amigos do que bater boca. Afinal, nós também podemos desligar o celular quando estamos com nossas amigas, dar um tempo para encher a cara, olhar para os homens bonitos na rua. Já se foi a ilusão desse ideal de homem, a vida agora é outra. Os tempos mudam, a gente também.

Não ligo em não ser popular  no colégio, não ando pelos corredores me mostrando, não faço cena pra me acharem legal. Enfim, sou assim, sento na ultima fila, falo palavrão, e tenho os melhores amigos do meu lado.

"Tô me afastando de tudo que me atrasa, me engana, me segura e me retém. Fui ser feliz, e não volto!"

(Caio F.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário